quinta-feira, 30 de julho de 2015

Entender pra superar, ou superar pra entender ?


"Ninguém disse que seria fácil, ninguém nunca disse que seria tão difícil " - Coldplay
       É incrível quando estamos apaixonados, o mundo se torna mais colorido, feliz e alegre. Quando ouvimos o nome da pessoa amada, logo um sorriso brota no rosto, seu peito parece que vai explodir somente por olha-la. Porém, nem sempre esse sentimento é eterno, muitos relacionamentos chegam ao fim, e toda a felicidade é substituída por tristeza, angustia e magoa.  O problema maior é quando deixamos esses sentimentos tomarem conta de nós, achamos que a vida não possui mais sentido algum.
      Já tive alguns amigos que prometeram não se submeter novamente ao "amor", os argumentos foram: "o amor é enganoso", "o amor é traiçoeiro", "quem ama, sofre". Querem saber ? Eu já tive meu coração partido, e me senti uma estúpida por entregar inteiramente a minha felicidade nas mãos de outra pessoa. Hoje, eu sei que o maior erro, foi meu, tentei jogar em outra pessoa toda  a responsabilidade que deveria ser minha.
        Não estou dizendo que é fácil superar o fim de qualquer relação, seja uma amizade ou namoro. Estou tentando argumentar que fica menos difícil quando você tem consciência de quem você é, e dos caminhos que ainda pode percorrer. É perfeitamente normal, sentir-se triste e um pouco perdido durante um momento, com a sensação de que seu coração foi partido. Porém, se você for avaliar, apesar do seu coração estar partido, ele ainda continua a funcionar.
      Portanto, não adianta nos prendermos a sentimentos ruins, e pensamentos negativos. Devemos fazer o que achamos correto pra nós no momento, seja estudar, sair com os amigos, dedicar-se ao trabalho. Entretanto, não podemos esquecer de que, se não deu certo com alguém, não quer dizer que tudo está perdido. É sempre bom, deixar aberta a possibilidade de encontrar alguém que nos transborde. Afinal, já somos completos.

Xoxo - Mari Martins 

Nenhum comentário:

Postar um comentário